Olá povo lindo, como está A Vida e Suas Relações?

Hoje temos um papo bem interessante para discutir. Semana passada falamos que somos seres relacionais e por isso temos a necessidade de nos relacionar com outras pessoas, você lembra? Se não lembra, depois dá uma olhada no segundo texto do blog, ok?

Nos dias que vivemos, infelizmente, as relações estão sendo cada vez mais rasas e sem conexão real. Isso tem criado pessoas cada vez mais carentes afetivamente e dependentes da aceitação de outros. E o pior é que as pessoas olham tanto para suas dependências nos outros, que esquecem de se relacionarem com elas mesmas. Temos a falsa impressão de que só podemos encontrar amor no outro e que apenas o outro pode nos completar.

Sobre esse assunto quero começar dizendo que: Precisamos de relacionamentos para crescer, mas a felicidade está dentro de você.

Cada um de nós tem uma fonte inesgotável de amor dentro de si mesmo. Ninguém faz o outro feliz. Pode fazê-lo contente, mas felicidade é outra coisa! Quantas vezes transferimos ao outro a responsabilidade de nos fazer felizes? Quantas vezes depositamos sobre o outro o peso que não é dele em relação a isso? Felicidade é algo subjetivo porque o que me faz feliz pode não ser o que faz você feliz. Não é verdade?

A mídia está tão presente nas nossas vidas que ao invés de aprendermos com nossas próprias relações, queremos aprender com as novelas, filmes, contos de fadas, etc. Assumimos o papel que assistimos ou lemos e, depois de pouco tempo, acabamos esquecendo de quem realmente somos. Isso realmente me preocupa!

Após mudarmos a nós mesmos para nos enquadrarmos ao padrão, não satisfeitos, queremos mudar também os outros para que sejam vistos como o amigo(a), namorado(a), cônjuge ou colegas perfeitos para aquele papel que estamos atuando.

Conheço a história de um cara, que teve muitos problemas em relação a relacionamentos quando ainda era muito jovem. Ao se apaixonar por diferentes mulheres e não ter tanto sucesso, começou a perceber que podia conquistá-las sendo aquilo que elas esperavam de um homem. Mas cada uma tinha expectativas diferentes do homem perfeito e isso fez com que ele fingisse ser o homem perfeito para cada uma delas, mas, sempre no final, ele se sentia só, infeliz, incompleto e sabia que ele não era nada daquilo que suas “amadas” esperavam.

Depois de vários anos solteiro, depois de vários relacionamentos rasos, depois de várias dores, depois de decepções de relacionamentos que ele torcia que desse certo, depois de muitos traumas… Ele decidiu conquistar a pessoa mais importante, ELE MESMO e assim voltou à sua essência.

Chorou dentro de um banheiro, chorou deitado na cama. Estava cansado de só falar o EU e queria dizer o NÓS. Mas primeiro precisou reconhecer e amar quem era o EU.

Esse cara sou eu, como já dizia o rei Roberto Carlos. Sabe, eu era bom em iludir os outros e até a mim mesmo ao ponto de perder a minha própria identidade. Cheguei a um ponto de ter dúvida de quem realmente eu era. Você já passou por isso?

Esse confronto com a realidade aconteceu em 2013, mais exatamente dia 17/08/2013, no dia do meu aniversário.

Naquele dia eu decidi ser quem eu era, me amar de verdade e me mostrar assim para a próxima pessoa que eu gostasse. No dia 07/09/2013 conheci a Paula, minha esposa. Não foi nada fácil mostrar ser romântico, não foi nada fácil pensar em fazê-la feliz sem deixar de ser feliz também, não foi nada fácil achar que estava perdendo a liberdade do “EU vou” para dizer o “NÓS vamos”. Mas eu estava feliz. Eu me achei. Eu não estava mais escondido atrás de uma máscara. E o melhor, quando somos verdadeiros e temos orgulho de como realmente somos, Deus manda pessoas (ou o universo junta, depende do que você acredita) que também compartilham do mesmo pensamento.

Seja entre irmãos, amigos, colegas de trabalho, namorados, pessoas casadas ou família, se você não tiver um autoconhecimento e clareza de quem você é no mundo, seu relacionamento com outras pessoas jamais vai te satisfazer.

Primeiro, esteja satisfeito com você mesmo, seja feliz com você. Somente depois disso, deposite essa pessoa maravilhosa que você é dentro de um relacionamento com o outro.

Hoje é o melhor dia para você começar um ótimo relacionamento com você mesmo!

Seja feliz e dê valor A Vida e Suas Relações.

Jhones Silveira Filho – Master Coach e Hipnoterapeuta Ericksoniano, formado pelo Instituto Brasileiro de Coaching.

Deixe seu comentário no www.portalcm7.com

Me acompanhe nas redes sociais:Instagram: @avidaesuasrelacoes Facebook: avidaesuasrelacoes

Quer que sua história de vida nos relacionamentos ajude outras pessoas? Fale comigo através das redes sociais e vamos juntos contar sua história.