Amazonas – Na última sexta-feira, 2, o internauta Jonas da Silva Rodrigues enviou uma denúncia para o Portal CM7, informando o descaso no município de Eirunepé distante 1.940 km de Manaus. Segundo Jonas, as ruas da cidade não são asfaltadas (veja fotos), portanto, a população fez uma ponte de madeira improvisada para não se sujar na lama, algumas delas que não possuem esse improviso, ou aqueles que não tem transporte, são obrigados a passar pelo lamaçal.

O prefeito Raylan Barroso não realiza asfaltamento e criou impostos municipais, onde os moradores devem pagar por serviços que a prefeitura não está oferecendo. Além disso, a prefeitura despeja todo o lixo recolhido na cidade próximo a residências de pessoas com baixa renda, onde crianças são expostas ao perigo diariamente.

Enquanto a população do município sofre com a falta de infraestrutura e descaso da limpeza pública, o prefeito Raylan constrói uma mansão que segundo o denunciante, é avaliada em sete milhões, em que ele até importa grama da capital. Além dessa situação, há documentos onde mostram licitações fraudulentas na qual beneficiam cabos eleitorais que custearam a campanha do prefeito.

Houve uma época em que o Governador enviou tropas de polícia para o município devido ao grande índice de criminalidade, porém o prefeito não gostou da situação e afirmou que quem ‘mandava’ na cidade era ele e não a polícia.

Além de toda esse caos, moradores de Eirunepé fizeram uma manifestação contra o prefeito reivindicando o dinheiro gasto no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), onde ele assumiu o dinheiro, porém não deu explicação de onde fez os investimentos que foram destinados ao município.

Não só Jonas, mas como também outros internautas do município, que não quiseram se identificar, enviaram suas denúncias para o Portal e imploram às autoridades para que algo seja feito.

Ruas de Eirunepé

Ruas de Eirunepé

Ruas de Eirunepé