Omar Aziz, o senador do Amazonas campeão de processos criminais, diz site
Manaus - Amazonas - 06:51
21 de Julho de 2019

C/S PI 5577 - EFTIVAÇÃO DE MIDIA/BANNER / CAMPANHA NOVAS MEDIDAS - FASE I / SECOM / PORTAL CM7


Omar Aziz, o senador do Amazonas campeão de processos criminais, diz site

Foto Divulgação



Política – Os Principais protagonistas da política brasileira nas últimas décadas, MDB, PSDB e PT também lideram a relação dos partidos no Senado com mais problemas na Justiça. O PSDB é a legenda com mais senadores investigados em proporção ao tamanho da bancada (69%). Dos 13 tucanos com assento no Senado, incluindo-se o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes (SP), 9 são alvos de inquérito no Supremo Tribunal Federal.

Na sequência vêm o MDB, com 12 de seus 18 integrantes com pendências judiciais, e o PT, com 6 de seus 9 representantes – ambos com 67% de seus nomes pendurados na mais alta corte do país. Juntos, PSDB, MDB e PT somam 27 dos 44 senadores que estão sob investigação.

O número representa mais da metade dos 81 integrantes da Casa. Até a semana passada, antes de o tribunal rever o foro privilegiado, havia em tramitação na corte 136 processos, entre inquéritos (investigações preliminares que podem resultar em processo) e ações penais (processos que podem resultar em condenação), contra senadores. Os dados são de levantamento exclusivo do Congresso em Foco.

Omar Aziz

Inq-4358 – Corrupção

Inq-4429 – Não informado
Apura a suspeita levantada por delator da Odebrecht de que o então governador do Amazonas, Eduardo Braga, recebeu R$ 1 milhão em troca das obras de construção da Ponte do Rio Negro. De acordo com o delator, após a eleição de Eduardo Braga ao Senado, as solicitações de pagamentos passaram a ser feitas por José Lopes, empresário ligado ao então governador Omar Aziz. Todos esses pagamentos teriam como objetivo o favorecimento do consórcio, integrado pela Camargo Corrêa e Construbase.

Inq-4663 – Crimes contra a Lei de Licitações
Apura suspeita de fraude em licitação na Secretaria de Educação do Amazonas quando Omar Aziz era governador.

Direito de resposta:

A redação entrou em contato com a assessoria do Senador do Amazonas Omar Aziz, através do número (61) 3303-6579 mas não deram, nenhum posicionamento. Deixamos o espaço para o direito de resposta.

Conforme a lei 13.188/2015, Art. Aclarando ao ofendido em matéria divulgada o resguardo a direito de resposta.

Congresso em foco

Deixe seu like:

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA