Manaus – A menos de 40 dias de assumir a presidência do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), o conselheiro Mario de Mello foi reeleito como membro da Diretoria da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), na tarde desta quarta-feira (13), em Foz do Iguaçu, no Paraná. Na mesma assembleia, o ouvidor-geral do TCE, conselheiro Érico Desterro, foi eleito vice-presidente do Instituto Rui Barbosa (IRB).

A eleição da nova diretoria da Atricon e do IRB, para o biênio 2020/2021, foi realizada durante o 1º Congresso Internacional dos Tribunais de Contas (CITC).

Para o conselheiro Mário de Mello ter membros do TCE-AM tanto na Diretoria da Atricon quanto no IRB dá mais representatividade à Corte de Contas amazonense sobretudo em discussões nacionais referentes ao controle externo das contas públicas.

“Hoje a rede de controle capitaneada pelo IRB e Atricon vem consolidar a imagem e a diretriz retilínea dos Tribunais de Contas. É uma honra fazer parte da Diretoria de uma instituição tão séria como a Atricon e isto só fortalece o TCE Amazonas nacionalmente”, disse o presidente eleito da Corte de Contas do Amazonas, conselheiro Mário de Mello, ao ressaltar a qualidade técnica e profissional do conselheiro Érico Desterro para integrar o IRB, que é considerado como a “casa de conhecimento dos Tribunais de Contas”.

O presidente reeleito da Atricon, conselheiro Fábio Nogueira (TCE-PB), agradeceu o empenho de todos da entidade e disse que durante o próximo biênio o desafio será “elevar a Associação a um patamar superior o grau de aperfeiçoamento do Sistema”.

A aclamação foi dada durante a Assembleia Geral da entidade, composta por conselheiros e conselheiros substitutos dos 33 Tribunais de Contas do Brasil.

Além da eleição da nova diretoria, a Assembleia Geral aprovou o aumento de cinco diretorias da Atricon e a projeção orçamentária para o próximo ano. “É importante reforçar as diretorias da Atricon. Dada à crescente demanda, precisamos compartilhar tarefas”, disse o presidente, conselheiro Fábio Nogueira. Veja a composição da Atricon para o biênio 2020-2021.

Ouvidor do TCE é reeleito para direção do Instituto Rui Barbosa

Em outra eleição, agora do Instituto Rui Barbosa (IRB), o ouvidor-geral do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro, foi reeleito vice-diretor do IRB para o biênio 2020-2021. A eleição foi realizada em uma Assembleia Geral conjunta com a Atricon, na quarta, em Foz do Iguaçu, no Paraná.

O conselheiro do AM foi eleito, assim como no biênio passado, para a vice-presidência de Desenvolvimento Institucional do IRB, garantindo ao Amazonas assento em uma das instituições.
O IRB é uma associação civil de estudos e pesquisas responsável por realizar capacitações, seminários, encontros e debates para aprimorar as atividades exercidas pelos tribunais de contas brasileiros.

A entidade também investiga a organização, os métodos e os procedimentos de controle externo e interno para promover o desenvolvimento e o aperfeiçoamento dos serviços dos órgãos de controle externo do país.