Faturamento até novembro de 2018 do PIM já supera o ano de 2017 - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas
Manaus - Amazonas - 17:43
17 de Fevereiro de 2019

Topo


Faturamento até novembro de 2018 do PIM já supera o ano de 2017

Manaus – Até o penúltimo mês de 2018, o Polo Industrial de Manaus (PIM) faturou R$ 85,7 bilhões, volume que representa um crescimento de 13,90% em relação ao mesmo período de 2017 (R$ 75,2 bilhões). Além disso, o montante acumulado até novembro do ano passado já supera (em 4,46%) o faturamento total obtido em 2017 em moeda nacional (R$ 82,07 bilhões).  Em dólar, o faturamento acumulado de janeiro a novembro foi de US$ 23.5 bilhões, significando decréscimo de 0,30% na comparação com o mesmo intervalo do ano anterior (US$ 23.6 bilhões).

Ainda de acordo com as informações fornecidas pelas empresas incentivadas do Polo, o segmento Eletroeletrônico teve a maior participação no resultado global de faturamento do PIM, com R$ 24,4 bilhões (US$ 6.7 bilhões) faturados até novembro e respondendo por 28,50% do total. Em seguida, estão os segmentos de Bens de Informática (R$ 18,1 bilhões), com participação de 21,17%; Duas Rodas (R$ 12,04 bilhões), com 14,05%; e Químico (R$ 10,3 bilhões), com 12,13%.

Os setores que apresentaram crescimento na comparação entre o acumulado até novembro de 2018 com o mesmo intervalo de 2017 foram: Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico (17,75% em real e 2,82% em dólar); Duas Rodas (20,75%; 5,52%); Termoplástico (21,65%; 5,92%); Bebidas (15,98%; 1,58%); Metalúrgico (20,25%; 4,69%); Papel e Papelão (17,34%; 2,66%); Químico (19,57%; 4,08%); Produtos Alimentícios (34,25% e 14,80%); e Mobiliário (17,07% e 2,92%).

Mão de obra

Em novembro foi registrada a marca de 87.596 trabalhadores, entre efetivos, temporários e terceirizados. O número é 0,68% menor que o total de vagas registrado em outubro (88.208) e 2,76% inferior que o registro de mão de obra de novembro de 2017 (90.083).  Já a média mensal acumulada até novembro é de 87.974 empregos, o que representa 1,25% de acréscimo na comparação com a média de empregos do ano de 2017 (86.883). Até o penúltimo mês do ano ocorreram 21.603 admissões e 22.441 demissões, com déficit de 838 vagas ocupadas.

Produtos

Entre os produtos que apresentaram incremento relevante de produção no acumulado dos onze meses de 2018 em relação ao mesmo período do ano anterior, destacam-se: condicionador de ar tipo janela ou de parede (84,52%); telejogo (48,95%); microcomputador portátil (42,57%); aparelho GPS (37,43%); aparelho de barbear (25,49%); unidade condensadora para split system (22,27%); e motocicleta, motoneta e ciclomotor (19,80%).

Em termos de volume de faturamento apresentado, os dez principais produtos fabricados pelo PIM de janeiro a novembro de 2018 foram: televisor com tela de cristal líquido (R$ 16,2 bilhões e US$ 4.5 bilhões); motocicleta, motoneta e ciclomotores (R$ 9,3 bilhões e US$ 2.56 bilhões); telefone celular (R$ 9,1 bilhões e US$ 2.50 bilhões); condicionador de ar do tipo split system (R$ 2,79 bilhões e US$ 767.4 milhões); placa de circuito montada para uso em informática (R$ 1,9 bilhão e US$ 545 milhões); relógio de pulso e de bolso (R$ 1,13 bilhão e US$ 309.8 milhões);  receptor de sinal de televisão (R$ 1,08 bilhão e US$ 294.3 milhões);  forno micro-ondas (R$ 1,05 bilhão e US$ 290.2 milhões); autorrádio e aparelhos reprodutores de áudio (R$ 728,1 milhões e US$ 201.2 milhões); e bicicleta inclusive elétrica/cicloelétrico (R$ 601,9 milhões e US$ 163.2 milhões).

Incremento

O superintendente da SUFRAMA, Appio Tolentino, avaliou como positiva a confirmação, em novembro, que em 2018 houve incremento de faturamento em relação a 2017. “É mais uma prova de resiliência do modelo no enfrentamento de crises. Esperamos que essa retomada de crescimento seja consolidada em 2019”, frisou.

 

Fonte: Pim Amazonia

Deixe seu like:
Tags:,

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA