O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse nesta terça-feira (21) que “centenas de milhares” de poupanças digitais no aplicativo “Caixa Tem” foram suspensas por suspeitas de aplicarem fraudes contra correntistas.

As contas poupanças são usadas pelo banco para depositar o auxílio de R$ 600 e o FGTS emergencial. Quem teve a conta bloqueada, portanto, não consegue acessar esse dinheiro.

Fraudes

O que desperta atenção é que só agora, após a Caixa realizar milhões de pagamentos indevidos, inclusive à funcionários públicos, realiza esse procedimento.

Na polêmica reunião ministerial do dia 22 de março, o presidente da CAIXA disse na oportunidade que não daria “molezinha” para libera empréstimos à empresas. Mas, deixou “passar a boiada”, termo usado pelo ministro Ricardo Sales na oportunidade, pagando milhões indevidamente à quem não tinha direito ao apoio.