Brasil – O auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães chefes de família) – apelidado de ‘coronavoucher’ – será pago nesta quarta-feira (22) pela primeira vez para 721 mil novos aprovados no programa criado para socorrer trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores individuais (MEIs) que perderam renda na crise do coronavírus.

Ainda nesta quarta-feira, 3,1 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro vão receber alguma parcela do auxílio na Conta Social Digital criada pela Caixa para o beneficiário. Os saques em dinheiro, porém, seguem outro cronograma (veja abaixo também quando você poderá sacar ou transferir o dinheiro).

Como será o pagamento?

Os novos aprovados precisam saber que a quantia de R$ 600 (ou R$ 1.200 para mães chefe de família) será depositada diretamente em conta digital gratuita da Caixa, aberta especialmente para o programa emergencial.

Para isso é necessário baixar o aplicativo Caixa Tem em seu aparelho de telefone celular. O app está disponível para os sistemas operacionais Android e iOS.

Por meio do aplicativo Caixa Tem é permitido o pagamento de contas e boletos de água, luz, telefone e cartões de crédito. Também estará liberada a emissão de um cartão de débito digital, que poderá ser usado para compras em sites e aplicativos.

Novo calendário dos Ciclos de pagamentos e saques do auxílio emergencial

Com as novas datas definidas pelo governo, os beneficiários têm definidas as datas de todas as parcelas restantes do auxílio de R$ 600. O governo também desistiu de fracionar o pagamento da quarta e da quinta parcelas.

O novo calendário não altera a rotina de pagamentos para quem recebem Bolsa Família (19,2 milhões de pessoas). Os repasses seguem a ordem do dígito final do número do NIS, habitual do programa, sempre nos dez últimos dias do mês. Para os inscritos no Bolsa Família, a quarta parcela começou a ser paga na segunda (20) e segue até 31 de julho e a quinta e última parcela vai ser paga entre 18 e 31 de agosto (clique aqui e veja o calendário de pagamentos do Bolsa Família).

O primeiro ciclo de depósitos em Conta Social Digital criada para os beneficiários do auxílio emergencial será feito entre 22 de julho e 26 de agosto. E os saques em dinheiro e transferências para outros bancos vão ser permitidos entre 25 de julho e 17 de setembro.

Neste ciclo, todos os trabalhadores que tiveram cadastro aprovado vão receber alguma parcela do auxílio, escalonados pelo mês de aniversário.

Quem recebe no Ciclo 1 e o que será pago?

  • Será paga a quarta parcela para beneficiários que receberam a primeira parcela em abril
  • Quem recebeu a primeira parcela em maio, vai ter depositada a terceira parcela
  • Os que receberam a primeira parcela em junho e até 4 de julho vão ter o crédito da segunda parcela
  • E novos aprovados que tenham se cadastrado entre 17 de junho e 2 de julho recebem a primeira parcela

Foto: Caixa Econômica Federal

 

Segundo ciclo

A segunda rodada dos novos pagamentos será a quinta e última para quem recebeu o primeiro pagamento do auxílio em abril e também contempla as parcelas 2, 3 e 4 dos demais. Os depósitos em Conta Social Digital desta leva vão de 28 de agosto a 30 de setembro e os saques e transferências vão de 19 de setembro a 27 de outubro

Quem recebe no Ciclo 2 e o que será pago?

  • Será paga a quinta parcela para beneficiários que receberam a primeira parcela em abril
  • Quem recebeu a primeira parcela em maio, vai ter depositada a quarta parcela
  • Os que receberam a primeira parcela em junho e até 4 de julho vão ter o crédito da terceira parcela
  • Os aprovados que tenham se cadastrado entre 17 de junho e 2 de julho recebem a segunda parcela

Foto: Caixa Econômica Federal

 

A terceira leva de pagamentos