Prefeito de São Gabriel da Cachoeira é investigado pelo MPAM após querer gastar mais R$ 690 mil com show de artistas

Por Henrique em 21 de junho de 2022 às 17:36 | Atualizado 21 de junho de 2022 às 17:36 Prefeito de São Gabriel da Cachoeira é investigado pelo MPAM após querer gastar mais R$ 690 mil com show de artistas

Amazonas – O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) abriu inquérito civil contra o prefeito Clóvis Moreira Saldanha, o “Clóvis Curubão”, que pretende gastar cerca de R$ 690 mil nas contratações de Naiara Azevedo, Barões da Pisadinha, Zé Vaqueiro, Amado Batista e Anderson Freire no 24° Festival Cultural das Tribos Indígenas do Alto Rio Negro, o “Festribal 2022”, localizado no município de São Gabriel da Cachoeira.

Segundo Diário Oficial, publicado na segunda-feira (20), a Promotoria de Justiça de São Gabriel da Cachoeira, abriu um Inquérito Civil para “apurar suposta prática de atos de improbidade administrativa, que tenham violado princípios da administração pública e causado dano ao erário, consistente em malversação do dinheiro público na contratação de atrações nacionais por valores exorbitantes, que teriam sido praticados pelo Exmo. Sr. CLÓVIS MOREIRA SALDANHA, Prefeito do Município de São Gabriel da Cachoeira e ARITON LOPES NOGUEIRA, Presidente da Comissão Municipal de Licitação da Prefeitura de São Gabriel da Cachoeira”.

Veja documento na íntegra:

2022-06-20-DiarioOficialMPAM 

No contrato firmado entre a prefeitura de São Gabriel da Cachoeira e os artistas, não foi informado a origem dos recursos destinados ao pagamento dos artistas, além de ter inconsistências no processo licitatório.

O MPAM notificou o prefeito Clóvis Saldanha (PT) e o Presidente da Comissão Municipal de Licitação, Ariton Lopes Nogueira, para “que apresentem suas respostas, acaso queiram, no prazo de 15 (quinze) dias”.