Prefeito de Careiro Castanho, Nathan Macena, é investigado por enriquecimento ilícito

Por Sthefane Campos em 11 de maio de 2022 às 13:14 | Atualizado 11 de maio de 2022 às 13:14

Amazonas – O prefeito do município Careiro Castanho, Nathan Macena, está sendo investigado por não pagar os servidores municipais da Educação há cerca de 2 meses, mesmo tendo recebido mais de 15 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

O Prefeito Nathan já foi denunciado ao Ministério Público do Amazonas (MP-AM), por ocultação de patrimônio, episódio no qual declarou não possuir bens patrimoniais.

Os motoristas que fazem o transporte dos alunos das escolas do município, ameaçaram parar de trabalhar por causa dos atrasos salariais.

Em uma rápida pesquisa ao Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), é possível constatar a titularidade de um dos veículos não declarados à Justiça Eleitoral.

Além da ocultação de patrimônio, o Ministério Público instaurou procedimento investigativo a fim de apurar a denúncia que o Prefeito, logo após assumir o cargo no interior do Estado, comprou uma casa em um condomínio de luxo em Manaus, de maneira incompatível com os rendimentos auferidos como Prefeito Municipal.

Os Veículos registrados em nome de Nathan, não constam em sua declaração de bens encaminhada à Justiça Eleitoral.

A casa avaliada em R$ 750.000,00, comprada assim que Nathan assumiu como Prefeito do Careiro.

A mansão de 2 andares construída à margem do Rio Castanho, desobedecendo a legislação ambiental onde impede a construção de casa sem que haja uma distância mínima de 50 metros da margem do rio.

*Com informações do Portal Atualizado*.