Manaus 28º
terça-feira - 30 de novembro de 2021

Marcelo Ramos ‘enlouquece’ após saber que PL não quer mais ele

Compartilhe
Marcelo Ramos 'enlouquece' após saber que PL não quer mais ele

Amazonas – Nesta nesta terça-feira (30/11) o presidente regional do Partido Liberal (PL) no Amazonas, Alfredo Nascimento, disse que o deputado federal e vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, não é mais bem-vindo à legenda.

“Ele vai ter que sair, já que não concorda com a filiação do presidente”, afirmou Alfredo Nascimento. A fala ocorreu após a cerimônia de filiação do presidente Jair Bolsonaro à sigla. Com o presidente da República no PL, demais aliados conservadores devem se filiar ao partido nas próximas semanas.

Rancor no twitter, fúria em casa

Enquanto a maior parte do PL está feliz em receber o próprio presidente da República à sigla, Marcelo Ramos publicou em seu perfil twitter uma mensagem de rancor ao momento.

“Hoje é dia de festa no PL, respeitarei isso. Como já disse, não estarei nesse palanque”. E também avisou que se manifestaria somente amanhã sobre filiação do presidente Bolsonaro, escondendo o sentimento de rancor por trás do partido: “mas em respeito a um partido que sempre me respeitou e prestigiou, só amanhã me manifestarei sobre as decisões que tomarei após essa filiação” .

Ao saber sobre o posicionamento de Alfredo Nascimento, a imprensa amazonense perguntou se o atual vice-presidente da Câmara se manifestaria sobre comentário de que Ramos não é mais bem-vindo na sigla. No entanto, Ramos respondeu apenas com um ríspido e seco “não”, escondendo sua fúria dos jornais.

Vitória de Menezes

O conservador e pré-candidato ao senado Alfredo Menezes foi quem mais vibrou com a decisão de Alfredo Nascimento. Há uma semana, o Coronel já previa a saída do Marcelo Ramos e o alfinetava constantemente: “Ele vai sair. Que ele vai sair, ele vai. Isso eu não tenho dúvida nenhuma. Nós estamos dando a oportunidade de se assumir. Ele vem enganando as pessoas, prá lá, prá cá. Faz acordos, conchavos. Não tem valores. Fala mal de um, no outro dia ele aperta a mão. Ajoelha no milho do outro”, esclareceu Menezes.

Deixe seu comentário