Manaus 35º
quinta-feira - 13 de maio de 2021

Enquanto Manacapuru sofre, Prefeito Beto D’Ângelo contrata empresa de combustível por quase R$ 4 milhões

Compartilhe

Amazonas – O prefeito de Manacapuru, a 68 quilômetros de Manaus, Beto D’Ângelo (Republicanos), resolveu contratar uma empresa para fornecimento de combustíveis pelo valor de R$ 3,5 milhões. O contrato milionário acontece no momento em que o município enfrenta dificuldades por conta da cheia dos rios.

A empresa escolhida para o fornecimento do combustível foi a Ômega Comércio de Derivados de Petróleo e Transporte LTDA, conforme termo de contrato divulgado no Portal de Transparência da Associação Amazonense dos Municípios (AAM).

Segundo dados da Receita Federal, a empresa de nome fantasia “Posto Ômega” é inscrita no CNPJ 22.673.623/0001-68, tem sede no bairro Liberdade, situado no próprio município, e possui como atividade principal a venda de combustíveis. Além disso, a contratada conta com capital de R$ 7 milhões, e tem como proprietários Jéssica de Oliveira Monteiro e Raimundo de Souza Monteiro.

Conforme o documento, o contrato que tem vigência de 12 meses, a contar da data de assinatura, que ocorreu no dia último dia 28.

veja 

 

Durante Audiência Pública realizada nessa segunda-feira, 10, o coordenador da Defesa Civil do Município, Daniel Aguiar, disse que o município de Manacapuru é o mais atingido pela cheia deste ano no Amazonas.

Conforme o especialista, são 180 comunidades rurais atingidas em Manacapuru. Dos 20 bairros da cidade, 12 estão afetados pela subida do nível de água. Além disso, são 8 mil famílias atingidas pela cheia, o que resulta em 32 mil pessoas afetadas na “Princesa do Solimões”.

Com informações de O Poder

 

Vitória Supermercados