Brasil – Nesta última segunda-feira (19), um idoso de 62 anos foi preso após deferir um golpe de terçado contra um cachorro da raça pinscher. O ato criminoso ocorreu em Altos, no interior do Piauí, e motivação da facada teria sido um suposto desentendimento com a vizinha, dona do animal.

“A discussão teve início após o homem matar com as próprias mãos o porco, que era criado na casa ao lado como um animal de estimação. A dona do porco foi tirar satisfação a respeito do crime, mas não esperava que o cão também seria vítima do agressor. Nisso, o cãozinho foi junto com a dona, após o conflito, ela retornou para casa e o cachorro ficou lá. Depois, animal apareceu com um corte profundo no pescoço e uma queimadura nas costas”, afirmou o Henrique Araújo, policial do 14º Distrito.

Ainda de acordo com o policial, o homem já havia sido preso outra vez pelo mesmo crime, de maus tratos a animais.

Com o idoso, foi apreendido várias facas e uma espingarda. O animal segue internado no Hospital Veterinário Universitário (HVU), o estado de saúde dele é estável.

Se condenado, de acordo com a alteração da nova Lei de Crimes Ambientais, feita pelo Presidente Jair Bolsonaro, o idoso pode pegar até cinco anos de prisão em regime fechado.