Vídeo: Vendedor de esfirras é agredido e humilhado por ser refugiado sírio

O caso aconteceu em Copacabana, na Zona Sul do Rio. Um refugiado sírio identificado como Mohamed Ali, de 33 anos, foi vítima de humilhação e agressões, ele vende esfirras e outros quitutes árabes e foi agredido verbalmente por causa do ponto de venda. Um vídeo da discussão foi publicado nas redes sociais e viralizou.

Nas imagens é possível ver um homem com dois pedaços de madeira nas mãos gritando: “saia do meu país! Eu sou brasileiro e estou vendo meu país ser invadido por esses homens-bombas que mataram, esquartejaram crianças, adolescentes. São miseráveis”. Adiante no vídeo, ele ainda fala: “Essa terra aqui é nossa. Não vai tomar nosso lugar não”. Os comerciantes chegam a derrubar a mercadoria de Mohamed no chão, que pergunta o motivo da agressão. Os homens, então, falam novamente para ele sair do Brasil.

ver mais notícias