Jogador do Rio Negro Clube é morto com tiro na cabeça em tentativa de assalto

O jogador do time de juniores do Atlético Rio Negro Clube, Alexandre Bezerra Pacheco, 18, foi assassinado com um tiro na cabeça, na noite do último sábado (29), durante uma tentativa de assalto, na Avenida Grande Circular, no Tancredo Neves, zona leste de Manaus. De acordo com familiares, o rapaz estava indo com amigos a uma agência bancária sacar dinheiro. O crime, segundo o irmão que não quis ser identificado, foi praticado por um casal, que fugiu do local em uma moto.

Foto do Facebook

Conforme o irmão, o rapaz estava com outros três amigos em um carro. Quando pararam próximo a agência bancária, eles foram surpreendidos pelo casal. Segundo os familiares, Alexandre se assustou com a dupla e xingou os criminosos. O homem que estava como piloto, pegou a arma e efetuou três disparos, dos quais um atingiu a cabeça do jogador.

Os amigos de Alexandre saíram do local para socorrer o rapaz, e ainda foram perseguidos pelo casal. O jogador chegou a ser levado ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Danilo Correa, onde morreu logo em seguida.

A cunhada dele, que também não quis ser identificada, falou que o rapaz se preparava para sair de Manaus em busca de novos caminhos no futebol nacional.

(Foto: Jander Robson) do Jornal Á Crítica 

O Alexandre estava no banco de reservas do Rio Negro, no último sábado (29), no jogo entre Rio Negro e Nacional, pela quinta rodada do segundo turno do Campeonato Amazonense de Juniores. Mas ele não entrou em campo, conforme a súmula no site da Federação Amazonense de Futebol (FAF).

O jogo aconteceu às 17h, no Estádio Carlos Zamith, no Coroado. O Galo empatou em 1 a 1 com o Nacional.

O técnico do time de juniores, José Ribamar Santos, lamentou a morte de Alexandre em uma postagem no Facebook.

Fonte D24

 
ver mais notícias