Meningite - Topo Postagem

Governo do Amazonas adquire 500 novos itens de medicamentos e materiais hospitalares

O Governo do Amazonas realizou, nesta semana, a compra de aproximadamente 500 novos itens de medicamentos e de materiais hospitalares e odontológicos para as unidades de saúde do Estado. Com investimento de R$ 40 milhões, a previsão é que, em 30 dias, os medicamentos cheguem à Central de Medicamentos do Amazonas (Cema). Essa é a terceira aquisição expressiva de medicamentos feita na gestão do governador David Almeida, que tem como foco somar com o Plano Emergencial de Saúde, para zerar as filas de espera para exames médicos, consultas com especialistas e cirurgias eletivas.

Os novos itens adquiridos são compostos por medicamentos de alta e média complexidade, materiais laboratoriais e odontológicos e reagentes de automação para exames de gasometria (exames para pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva – UTI) e hematologia. Além dos hospitais e unidades de pronto-socorro, receberão os itens as coordenações de endemias, oncológicas, DST/AIDS, e programa Saúde Mulher de todo o Amazonas. A compra foi feita com diversos fornecedores do Brasil.

O diretor da Cema, Erick Barbosa, explica que as compras feitas continuamente dos medicamentos e materiais têm ajudado nas solicitações das unidades de saúde do Estado. “Nesses dois meses, a compra de medicamentos aumentou bastante, e a tendência é que, dia após dia, o nosso estoque fique cada vez melhor. Isso é importante porque temos de atender uma porcentagem melhor dos itens solicitados pelas unidades de saúde”, avaliou.

Neste mês de julho, a Cema fez o envio de mais de cinco mil volumes de medicamentos para a capital e interior, obedecendo a um cronograma com estratégia de logística para cada local de destino do Estado, por vias fluvial, terrestre e aérea. Até o dia 20 de julho devem ser concluídas as entregas dos medicamentos e materiais.

Para os municípios das calhas do Madeira, Rio Negro, Solimões, Baixo Amazonas, Juruá e Purus foram encaminhados 3.157 volumes de medicamentos. O último embarque de medicamentos deste mês vai ocorrer no próximo sábado (15) para os municípios de Maraã (a 615 quilômetros de Manaus) e Japurá (a 780 quilômetros da capital), da Calha do Médio Solimões.
“A cada dia estamos encaminhando as demandas, de acordo com o cronograma estabelecido, para que desta forma, possamos cumprir os prazos de atendimento das unidades de saúde”, afirmou Erick Barbosa.

Investimentos – Em junho, o Governo Estadual fez a aquisição de 60 itens de medicamentos de forma direta em Laboratórios Farmacêuticos Oficiais credenciados pelo Ministério da Saúde. A compra nessa modalidade foi no valor de R$ 6 milhões e gerou uma economia de 40% aos cofres públicos. Caso os medicamentos fossem adquiridos pelo processo de licitação, como é comumente realizado, o custo seria de R$ 10 milhões. Em maio deste ano, em torno de R$ 52 milhões foram empregados pelo Governo para a compra dos 526 itens de medicamentos.

Fotos: Valdo Leão

ver mais notícias