Agosto Dourado incentiva amamentação e maior participação dos pais na primeira infância

Um dos maiores atos de amor e desprendimento de uma mãe para com o filho é a amamentação. É por meio dela que saúde de mãe e filho ganham reforço e os laços de amor se estreitam. É o leite materno quem garante as condições ideais para o desenvolvimento da criança em todos os aspectos e é por conta de todos esses benefícios que hoje, 1º de agosto, foi dado início a 25ª Semana Mundial de Aleitamento Materno e a Semana do Bebê Manauara.

A programação faz parte do projeto “Agosto Dourado”, que integra o calendário oficial de eventos do município de Manaus e representa uma estratégia para garantir maior visibilidade às ações de promoção ao aleitamento materno. A abertura da programação foi feita pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto e pela primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária (FMS), Elisabeth Valeiko, na manhã desta terça-feira, na Maternidade Moura Tapajoz, Av. Brasil, zona Oeste.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que a cada ano um milhão e meio de mortes poderiam ser evitadas por meio do aleitamento materno. Por isso, a importância de se criar estratégias que deem visibilidade à amamentação, incentivando a reflexão sobre o tema entre instituições, famílias, grupos e empresas.

Mãe de cinco filhos, a presidente do FMS, Elisabeth Valeiko, ressaltou a importância da amamentação para a saúde dos filhos e incentivou às mães a praticarem o aleitamento materno, além de ajudarem a difundir informações sobre os benefícios da amamentação.

“Sou uma privilegiada porque consegui amamentar meus cinco filhos até mais de seis meses de vida. Até essa idade eles não tiveram nenhuma doença, sequer um resfriado e isso é um dos principais benefícios da amamentação, essa melhora da imunidade da criança. Nem todas as mães conseguem amamentar no começo, mas é preciso incentivar porque os benefícios são diversos. Sem falar nessa troca sem igual de amor e carinho entre mãe e filho no momento da amamentação”, disse.

Coube a primeira-dama a entrega do certificado “Mãe Doadora do Ano”, que foi dado à representante de Priscila Oliveira Pinto, que doou mais de 15 litros de leite materno durante todo o ano passado. “Doar leite é um gesto de amor e que salva vidas, por isso agradeço, em nome da Priscila, a todas as mães que comparecem aos bancos de leite espalhados pela cidade para fazerem suas doações e ajudarem tantas crianças que precisam desse alimento precioso”, falou.

Este ano o mês de incentivo ao aleitamento materno tem como tema: “Aleitamento Materno e Paternidade”. O tema ressalta a importância da participação dos pais durante toda a preparação para a chegada do bebê e após ela, especialmente. Durante a solenidade de hoje, o prefeito Arthur Neto entregou um certificado ao vendedor, Sérgio Garcia de Souza, por ter sido o pai que mais participou nas consultas de pré-natal de sua esposa. Ele aguarda o nascimento do terceiro filho.
“Parabenizo em nome do senhor Sérgio a todos os homens que participam ativamente da vida de seus filhos desde o ventre da mãe. Isso é mais do que nossa obrigação e, por mais que queiramos nos colocar em pé de igualdade com as mães, elas já saem pelo menos nove meses na nossa frente nesse amor entre pais e filhos. É indiscutível que a amamentação só traz benefícios e para mim, como prefeito de Manaus, é muito gratificante saber que nossa cidade é uma das cidades brasileiras com melhores índices no ranking nacional da alimentação na primeira infância”, falou.
Durante a abertura do evento, o prefeito lembrou ainda sobre a recente assinatura da Lei Municipal 2.231, de 17 de julho de 2017, que concede licença maternidade de seis meses para servidoras comissionadas e adotantes, além das efetivas, que já usufruíam do direito.

“Essa medida define bem o que esperamos com todas as ações do Agosto Dourado, porque corrige uma injustiça trabalhista e permite que as mães não efetivas também possam garantir a alimentação de seus filhos exclusiva com o leite materno até os seis meses de vida do bebê. Isso significa mais saúde, mais conforto e tranquilidade para toda a família”, destacou Arthur.

O prefeito Artur Neto instituiu o Agosto Dourado no Calendário Oficial do Município, por meio da Lei 1.925, de 13 de novembro de 2014, como ferramenta para fortalecer a saúde nos primeiros anos de vida
Agosto Dourado

É uma referência à amamentação como o padrão ouro para a alimentação infantil, prevenindo doenças e fortalecendo o organismo da criança, como explica a chefe do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), enfermeira Ivone Amazonas.

“Crianças em aleitamento materno exclusivo têm, ao menos, 2,5 vezes menos episódios de doenças do que as que tomam substitutos de leite materno. Além disso, as crianças que não se alimentam, exclusivamente, com o leite materno até os seis meses de vida apresentam risco 25 vezes maior de morrer por diarreia. Vale destacar também que as crianças menores de um ano que não são amamentadas têm um risco três vezes maior de morrer por uma infecção respiratória do que as que são amamentadas”, informou a enfermeira.

ver mais notícias