A socialite carioca Mirna Bandeira de Mello, de 71 anos, foi mais uma vítima do COVID-19. Mirna faleceu nesta segunda-feira (23), no hospital Samaritano, no Rio de Janeiro.

 Segundo a revista Época, a socialite fazia parte de um grupo que participava de uma comemoração na capital fluminense, outras cinco pessoas que estavam na festa estão hospitalizadas e mais 30 estão com os sintomas da doença.

De acordo com uma fonte da Secretaria de Estado de Saúde ouvida pela Época, a morte ainda não aparece na estatística oficial porque o laboratório responsável pelo teste não teria enviado ainda o resultado para a base de dados do governo.

Ainda segundo a revista, a comemoração se tratava do noivado de Alessandra (herdeira de Bettina Haegler e Rafael Fragoso Pires.) e Pedro ( filho de Maritza e do príncipe Alberto de Orléans Bragança), membros da alta sociedade carioca.