Manaus – Na manhã desta segunda-feira (1), a Associação dos Canoeiros dos Portos da Ceasa e do Careiro da Várzea, que trabalham na travessia de passagens entre os municípios do Amazonas pelo Porto da Ceasa, localizado na comunidade Vila da Felicidade, estão em manifestação pacífica na avenida Mário Andreazza, Porto da Ceasa, zona sul de Manaus.

Os ribeirinhos que utilizam o porto da balsa da BR-319, reivindicam o retorno das lanchas que fazem as travessias no local. Segundo eles, apenas linhas de ônibus, carros frete e táxi estão funcionando. As embarcações estão proibidas de fazer o translado intermunicipal.

“Nós estamos aqui desde 8h da manhã, esperando ser liberado as lanchas, os ônibus, táxis e vans das estradas de Autazes, Purupuru, Castanho, Samaúma, estão funcionando nos horários normais na BR 319, mas quando a gente chega aqui não tem como atravessar porque não estão atravessando as lanchas”, disse uma moradora. 

 

Tags: , , , ,