Manaus – Diante do escândalo nacional do caso Mariana Ferrer, blogueira que foi estuprada e posteriormente humilhada pelo advogado de defesa do abusador sexual durante uma audiência. Em Manaus, um professor de Inglês vem ganhando as manchetes local após apoiar a decisão do juiz, que inocentou o estuprador, André de Camargo Aranha.

Ednilson Dos Anjos Antunes, professor de inglês de escolas da rede pública, após publicar em suas redes sociais que: “Se os juízes não forem gays, eles vão compreender o caso e manter o veredito”, foi questionado sobre então concordar com a decisão do juiz, ele afirma que sim, que “se a vítima facilitou, ela mereceu”.

Logo em seguida, ao viralizar esse posicionamento de Ednilson, ex-alunas afirmaram que a conduta do professor em sala de aula era desrespeitosa. Elas apontam que o mesmo as assediava em sala, a maioria ainda sendo menores de idade.

 

Uma chega a rotular Ednilson como: “homem sem caráter, abusador e imundo”, diz Bia Passos. A moça aponta que o professor já havia sido afastado do colégio, mas voltava dizendo que por ser concursado, jamais sairia dalí.

A conduta, supostamente inapropriada, não se limitava apenas nas salas de aulas, mas também nas redes sociais. Em uma conversa no Facebook, é possível observar o tratamento desrespeitoso por parte do professor com uma mulher, onde ele a pressiona a aceitar o convite para manter relação sexual.

 

Internautas estão enviando diversas denúncia à  Secretaria de Estado de Educação e Desporto (seduc) pedindo o desligamento do professor das escolas em que trabalha.

Em uma publicação no Facebook, Ednilson dos Anjos fez piada com a situação.