O prefeito municipal de Coari, Adail Filho, determinou de forma unilateral, por meio do Decreto Nº 869, de 30 de abril de 2020, a supressão de valor igual a 25% dos contratos de aluguel firmados pela Prefeitura. A medida, que segue exemplo adotado pela Prefeitura de Tefé, visa o equilíbrio financeiro das contas públicas municipais durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com o Decreto, publicado no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Amazonas nesta segunda-feira, 4, a supressão prevista fica autorizada pelo período de 3 meses, podendo ser prorrogada ou mesmo majorada na eventualidade de não vir a ser alcançado o reequilíbrio das contas públicas.

O prefeito Adail Filho destaca que a administração pública é repleta de desafios, porém, em nenhum momento, a Prefeitura de Coari vem medindo esforços para garantir mais dignidade e atender os anseios da população. “Em meio a pandemia que assola Coari e o mundo, os efeitos de equilibrar as contas públicas resultam na economia e principalmente em defesa da vida”, afirmou.

A Prefeitura de Coari conta com a compreensão de todos neste momento de dificuldade e reitera seu compromisso de fazer uma gestão responsável e eficiente, valorizando os cidadãos.

DECRETO MUNICIPAL N. 869, DE 30 DE ABRIL DE 2020 (1)

Tags: , , , , , ,