Amazonas – Em pleno período pré – eleitoral o prefeito do município de Maraã, Luiz Magno Moraes decidiu reformar uma ponte que deve custar aos cofres públicos mais de R$ 321 mil e construir uma praça no valor R$ 814 mil, totalizando R$ 1,2 milhões. A informação esta publicada no Diário Oficial dos Municípios (DOM) datada da última segunda-feira (29).

Na semana passada o prefeito publicou um extrato de contrato para a construção de uma ‘Praça com iluminação e quiosque’ sem especificar a localidade da construção por um valor de R$ 814 mil.

A publicação no DOM aponta que a contratação da empresa é para a execução de serviços de reforma e ampliação de uma ponte de madeira conforme especificações e condições constantes no projeto básico, mas o contrato tem vigência de 150 dias e os recursos são oriundos do Fundo Especial de Petróleo (FEP), conforme consta no DOM.

O documento divulgada na semana pela prefeitura de Maraã não especifica o lugar onde será feita essa reforma e muito menos a localidade. Não a nenhuma informação de quantos metros ou os materiais que serão utilizados no tal serviço de reforma e ampliação.

A empresa contratada para tal serviço Atuaria Edificações Ltda – Epp sob a inscrição CNPJ: 20.953.738/0001-80 e com sede na capital. E atende pelo nome de ‘Atuaria Edificações’ e possui como principal atividade economia o ramo varejista de materiais de construção em geral e com um capital social de R$ 240 mil.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa e os telefones da prefeitura de Maraã, mas até o fechamento da matéria não tivemos retorno.