Postos de Manaus começam a ficar sem combustível; Veja lista - Portal CM7

Adsense Responsivo

Postos de Manaus começam a ficar sem combustível; Veja lista

25 de maio de 2018 0 por Marcus Barros

Postos de Manaus começam a ficar sem combustível; Veja lista

Foto: Portal CM7 / Ediel Pinho

Manaus – Nesta sexta-feira , 25, a greve dos caminhoneiros continua em Manaus. Um grupo bloqueia a Estrada do Marapatá e rua Rio Quixitito, que dão acesso para as refinarias na Zona Sul. O ato iniciou na manhã da quinta-feira, 24, e gerou um aumento na procura por postos de combustíveis na capital.

Com medo do desabastecimento, motoristas chegaram a fazer filas em postos para garantir o combustível desde a noite de quinta-feira. Nesta manhã, vários postos já registram filas de veículos. Alguns já estão sem combustíveis.

Alguns postos também elevaram os preços. O litro da gasolina comum chega a R$ 4,89, enquanto a aditivada está a R$ 4,99.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) informou que a frota do transporte opera parcialmente na sexta-feira, 25, e as empresas não terão como operar a partir de sábado, 26, por conta da falta de combustível para abastecer os ônibus do transporte coletivo. Atualmente o transporte coletivo opera em 229 linhas, com 1.258 carros.

Veja lista:

Avenida Coronel Teixeira, na Ponta Negra, Zona Oeste, ao lado de uma casa de festas;
Avenida Laguna, Belverede, Zona Centro-Oeste, em frente a uma empresa de transporte;
Avenida Djalma Batista, Chapada, Zona Centro-Sul, ao lado de um supermercado;
Boulevard Álvaro Maia, Adrianópolis, Zona Centro-Sul;
Avenida Darcy Vargas, Chapada, Zona Centro-Sul, ao lado de um shopping;
Avenida André Araújo, próximo à rotatória;
Rua Maciano Armond, bairro São Francisco;
Avenida Duque de Caxias com Rua Tarumã, bairro Cachoeirinha;

Proposta do governo
Na noite de quinta, o governo federal anunciou uma proposta para suspender a greve por 15 dias, após uma reunião de mais de seis horas com representantes de entidades de caminhoneiros.

Os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo), Eduardo Guardia (Fazenda) e Valter Casimiro (Transportes) assumem os compromissos de zerar o Cide e fazer com que a Petrobrás mantenha a redução de 10% no valor do diesel nas refinarias durante 30 dias.

Foto: Portal CM7 / Ediel Pinho