Manaus – Nesta quinta-feira (13), em votação no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), o deputado Wilker Barreto (PHS) mostrou apoio ao Governador Wilson Lima (PSC) ao defender o monopólio da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás).

O projeto de lei, de autoria de Josué Neto, visa derrubar o veto do governador em relação à distribuição de gás do Amazonas, atualmente concentrada em uma só empresa. 

O real motivo por trás do apoio do deputado estadual Wilker Barreto (PHS), que já é sabidamente oposição ao governo vigente, seria beneficiar os próprios interesses, uma vez que Wilker faz parte de uma família proprietária de postos de combustíveis. Seu irmão, Wilame de Azevedo Barreto, é sócio do posto V8, um dos mais bem localizados de Manaus, com capital social de R$ 600 mil. 

Manutenção da Lei do Gás

Por 15 votos a 6, os deputados mantiveram o veto total do governador Wilson Lima (PSC) ao projeto de lei nº 153/2020, de autoria do deputado Josué Neto (PRTB), que regulamenta o mercado do gás natural no Amazonas, que havia sido aprovado na Aleam por 17 deputados. A Comissão Especial de Estudos, criada pelo governo estadual, elabora um novo projeto de lei do gás natural, que deverá ser enviado ao plenário para nova votação.