Amazonas – A equipe de reportagem do Portal CM7 recebeu nesta quinta-feira (30), uma denúncia exclusiva vindo diretamente do alto escalão da Polícia Militar do Amazonas, de que o comandante geral da corporação no Estado, o Coronel Ayrton Ferreira do Norte, teria dado ordens para que os ‘praças’ não concedessem mais entrevistas aos veículos de comunicação da cidade, por entender que eles podem usar a imprensa como cabo eleitoral – o que não seria nada bom para a corporação.

Pensando nisso, o comandante geral da PM ordenou que apenas os comandantes de batalhões pudessem conceder as entrevistas para que eles possam aparecer mais na mídia e então, lançar os nomes grandes da polícia militar como candidatos nas eleições municipais que já ocorrem neste ano – o que seria ótimo para corporação.

A denúncia também conta que alto escalão da polícia estaria se aproveitando da alta demanda de ocorrências na cidade para colocar seus “escolhidos” para aparecer mais na mídia.

Procuradores pela reportagem, policiais militares que preferiram não se identificar confirmam a veracidade da denúncia e que consideram muita falta de consideração com funcionários da corporação. “Não é questão de aparecer, mais sim de prestar serviço com a sociedade já que nós que estamos na rua e presenciamos tudo’, informou um policial.

Já outros disseram que essa é apenas a “ponta do iceberg”, e quando o período eleitoral realmente iniciar, muitos nomes do alto escalão da PM serão lançados como candidatos a vereador até mesmo para prefeito de Manaus.

Confira os documentos: