Manaus – Candidato a vice-prefeito pelo Podemos, o deputado estadual Wilker Barreto está usando as dependências da Assembleia Legislativa do Amazonas para compromissos de campanha. Embora seja seu local de trabalho, o artigo 73 da Lei Eleitoral diz que é proibido agentes públicos ou servidores usarem bens móveis ou imóveis pertencentes à administração pública direta ou indireta em benefício de candidatos. Ontem, o candidato publicou no Instagram uma reunião virtual com representantes de cooperativas.

Sem brechas – Horas mais tarde, a assessoria de Amazonino Mendes divulgou release sobre a reunião. O artigo 37, parágrafo terceiro da Lei das Eleições, que poderia abrir exceção para Wilker, diz que dentro do Poder Legislativo a propaganda eleitoral fica a critério da mesa diretora. Mas, questionada pela coluna, a assessoria de comunicação da Aleam esclareceu que não existe regulamentação e que até hoje o assunto nunca entrou na pauta da mesa.