Manaus – No início da tarde desta sexta-feira, 12, a Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) aprovou o projeto do Executivo que estabelece o congelamento de gastos e salários de servidores públicos até 2021.

Classes trabalhistas, contrárias às propostas aos projetos de leis enviados pelo Governo, protestaram pela manhã na ALE-AM.

Entre as medidas que serão avaliadas está o Decreto da Qualidade do Gasto (nº 40.645/2019), de maio deste ano, que determina redução de despesas em todas órgãos estaduais.

Votaram contra ao projeto, os deputados Cabo Maciel, Serafim Corrêa, Wilker Barreto, Augusto Ferraz, Delegado Pericles, Dermilson Chagas e Josué Neto.

Votaram a favor do projeto: ALESSANDRA CAMPELO, ADJUNTO AFONSO, ALVARO CAMPELO, JOANA D’ARC,  TEREZINHA RUIZ,  BERLAMINO LINS, CARLINHOS BESSA, DR. GOMES, DRA. MAYRA, FELIPE SALES, JOAO LUIZ, RICARDO NICOLAU, ROBERTO CIDADE, SAULO VIANA.