Tucanos do Amazonas pressionam Temer e garantem reunião com ministro da Fazenda - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas

Adsense Responsivo

Tucanos do Amazonas pressionam Temer e garantem reunião com ministro da Fazenda

Postado por Marcus Barros - 02/06/2018 09:48    

Foto Divulgação

Manaus – Após o decreto n° 9.394 ter sido publicado em edição extraordinária do Diário Oficial da União, na última quarta-feira, 30, a bancada federal do Amazonas se reuniu para pressionar o presidente da república, Michel Temer, na tentativa de reverter os prejuízos causados à Zona Franca de Manaus (ZFM) pela medida que compensa as perdas com o subsídio ao diesel.

A conversa telefônica com Temer e bancada ocorreu durante coletiva de imprensa na sede do PRB, nesta sexta-feira, 1, e foi compartilhada por outros integrantes da bancada do Amazonas, reunidos em Manaus.

Os deputados federais Arthur Bisneto e Conceição Sampaio, ambos do PSDB-AM, pediram o apoio do governo federal para que o impasse seja resolvido sem passar pelo Congresso.

“O momento é de concentração e nós vamos discutir, tentar convencer que temos um modelo econômico estratégico para nós e para o país. É um decreto feito em uma região que já está sofrendo demais e nós estamos unidos e vamos tentar reverter isso. O Polo Industrial já está atrasado e depois será difícil até manter os empregos que estão aí ”, alertou o deputado Arthur Bisneto.

Já a deputada Conceição Sampaio pediu ao presidente, ainda durante a conferência pelo telefone, uma solução para evitar que o Amazonas seja prejudicado com o decreto que pegou a todos de surpresa.

“A bancada está unida em defesa da manutenção do polo de concentrados, mais do que isso, também pela manutenção da geração de emprego e renda. O Polo de concentrados é extremamente importante para Manaus e para os municípios do Amazonas. E é importante lembrarmos que a Zona Franca de Manaus não é privilégio, ela é política de integração social e precisa ser respeitada”, declarou Conceição Sampaio.

Com a medida, o setor de bebidas sofrerá redução de 20% para 4%, na alíquota da Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre os concentrados, matéria-prima usada para a fabricação de refrigerantes e bebidas em geral na ZFM.

A medida inviabiliza a permanência das empresas no Amazonas. O decreto foi usado como forma de conter a perda de receita no acordo feito pelo presidente com os caminhoneiros, que resultou na redução do preço do diesel.

Na reunião com a bancada, por telefone, Michel Temer afirmou que está disposto a negociar a medida e agendou uma reunião com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, para a próxima terça-feira, 5, em Brasília.

Temer afirmou que incumbiu o ministro da Fazenda de “fazer do limão uma limonada” para evitar que a ZFM seja afetada, e garantiu que a “Zona Franca é importante para o Amazonas e também para todo o País”.

Estavam presentes também na reunião os senadores Eduardo Braga, Omar Aziz e Vanessa Grazziotin, e os deputados federais Hissa Abrahão, Alfredo Nascimento e Silas Câmara.

Veja matéria:

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie nas Últimas Notícias
 
Aplicativo da Rádio CM7