Manaus – O Tribunal Regional Eleitoral (TRE), cassou nesta terça-feira (15), o mandato do apresentador Ronaldo Tabosa pelo Partido Progressista (PP). O empresário havia assumido a vaga de vereador deixada por Álvaro Campelo que assumiu esse ano como deputado Estadual na Assembleia Legislativa (ALEAM).

De acordo com o TRE, a instituição corrigiu uma fraude constatada de Tabosa na desfiliação irregular do PP e o partido quer o mandato de volta. Atualmente Tabosa está no Podemos. 

A advogada no partido Maria Benigno disse que Tabosa saiu do PP sem justificativa. “O mandato é do partido, porque quem elege o parlamentar é o eleitor”, disse.

Suplência

Marisson Roger é o quarto suplente da coligação Por Uma Só Manaus 1, que tinha antes na linha sucessória as ex-vereadoras Socorro Sampaio e Pastora Luciana, que trocaram o PP pelo PSDB e Cidadania (antigo PPS), respectivamente.