Manaus 35º
sexta-feira - 7 de dezembro de 2018

Saullo Vianna foi preso acusado de corrupção e organização criminosa

Compartilhe

Manaus- A Polícia Federal no Estado do Amazonas deu cumprimento nesta manhã de sexta-feira, 7,  a 03 (três) mandados de prisão e de busca e apreensão do esquema de corrupção ativa e passiva e violação de sigilo funcional com o fornecimento de informação privilegiada de dentro do Tribunal Regional Eleitoral – TRE, o empresário e deputado estadual eleito Saullo Vianna (PPS) foi levado para a sede da Polícia Federal.

O empresário foi o nono mais voto na disputa pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) e suas principais votações ocorreram em Manaus, onde recebeu mais de 11 mil votos e em Parintins, mais de 6 mil, obtendo o mandato com 27.880 votos. O partido que ele disputou eleição não fez coligação e ele foi o único eleito do PPS.

O primeiro suplente do partido é o coronel Amadeu Soares, que teve 10.970 votos e poderá ficar com a vaga, caso o eleito não consiga esclarecer as acusações que estão sendo feitas contra ele.

As ações de hoje são desdobramentos de uma situação criminal verificada em outubro de 2018 e que culminou com a decretação de prisão dos investigados e das buscas pela Justiça Federal.

Vitória Supermercados