Proteção Ambiental: Wilson Lima promove 89 servidores do Ipaam

Por Henrique em 13 de janeiro de 2022 às 12:56 | Atualizado 13 de janeiro de 2022 às 12:56 Proteção Ambiental: Wilson Lima promove 89 servidores do Ipaam

Amazonas – O governador Wilson Lima (PSC) promoveu 89 servidores do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam). Com isso, o atual Governo do Amazonas pôs fim a uma espera de 12 anos da classe de analistas ambientais pela progressão de cargo por antiguidade, assegurando direitos que não eram reconhecidos por governos anteriores.

Os servidores beneficiados com o decreto são ocupantes de cargo de Nível Superior, Médio e Fundamental que estão aptos a ter a devida evolução dos cargos ocupados, por meio da promoção vertical e horizontal, considerando o estabelecido no artigo 27 da Lei n. 3.510, de 2010.

A progressão vertical e horizontal foi determinada para os servidores do Ipaam, levando em conta que progressão vertical se refere a passagem de um cargo inicial para um cargo superior, que é quando a atividade e a remuneração do funcionário são modificadas.

Para o diretor-presidente do Ipaam, Juliano Valente, o decreto assinado pelo governador Wilson Lima retrata a valorização que o atual governo dispensa ao funcionalismo público do estado.

“Essas correções precisavam ser feitas, e agora o governador Wilson Lima deu essa grande satisfação para os servidores. A progressão de cargos é um direito determinado por Lei ao funcionário público, então é justo que eles tenham reconhecidos, pelo atual Governo, tais direitos e benefícios”, ressaltou Valente.

Progressão

A progressão vertical e horizontal foi determinada para os servidores do Ipaam, levando em conta que progressão vertical se refere a passagem de um cargo inicial para um cargo superior, que é quando a atividade e a remuneração do funcionário são modificadas.

Já a progressão horizontal é quando o servidor se mantém no mesmo cargo, sem a necessidade mudança, e continua realizando seu trabalho sem nenhuma modificação, havendo apenas um reajuste na sua remuneração.

Para o gerente do Controle de Pesca, e um dos servidores beneficiados com a progressão, Gelson da Silva Batista, o decreto vem como uma forma de viabilizar os direitos dos servidores.

“Primeiramente é uma alegria muito grande poder, depois de tanto tempo, estar tendo esse reconhecimento profissional, que serve como um estímulo para seguir realizando as nossas atividades diárias, tendo o conhecimento de que estamos sendo vistos como devemos ser, profissionais dedicados e com objetivos fixos”, comemora Gelson.

 

 

 

Com auxílio de informações da Assessoria

Deixe seu comentário