Manaus – O candidato pela coligação “Trabalho bom merece continuar”, Alfredo Nascimento (PL), reafirmou nesta quinta-feira, 15/10, que a Guarda Municipal de Manaus será reestruturada a partir de 1° de janeiro, quando assumir a Prefeitura de Manaus pela quarta vez. Um dos compromissos de Alfredo é a realização de concurso público para a contratação de mais mil guardas municipais.

“Fui o primeiro a levantar a bandeira de reestruturação da Guarda, o que inclui treinamento, qualificação e armamento dos guardas para oferecer segurança à nossa população, com o Programa Viagem Protegida. O projeto é tão bom que até já está sendo copiado por alguns adversários”, destacou Alfredo.

Segundo o candidato, já ficou comprovado que em locais onde a Guarda Municipal tem porte de arma, houve redução em índices de assaltos. “Entendo que é, também da Guarda Municipal, a responsabilidade pela segurança da população. Temos exemplos de cidades de Minas Gerais e do interior de São Paulo, nas quais, em alguns casos, a guarda, que lá é Civil, substituiu a Polícia Militar. Há registros de redução de assaltos em mais de 60 por cento”, disse Alfredo.

A reestruturação prevê a realização de concurso público para o ingresso de mil novos profissionais e qualificação e treinamento dos que já estão na ativa. A nova Guarda Municipal atuará na proteção aos cidadãos no sistema de transporte coletivo.

“Os registros do sindicato das empresas de transporte coletivo apontam quais são as linhas mais visadas por assaltantes. Com base nisso, vamos criar escalas para que os guardas estejam nesses trajetos para coibir os roubos, com uma viatura dando suporte, para proteger a população”, exemplificou Alfredo. O mesmo será feito nas escolas e unidades de saúde do município.

Com o programa Viagem Protegida, os guardas municipais terão bases em locais estratégicos, com viaturas e agentes da Guarda fazendo ronda nos ônibus de linhas com maior registro de assaltos e roubos e também nos que não têm grande incidência de ocorrências.

Números

Somente nas unidades de saúde do município foram registradas de janeiro a setembro deste ano, 40 ocorrências entre furtos e roubos.

No transporte público, de janeiro a agosto de 2020, segundo dados do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), foram registrados 1.183 assaltos em ônibus do transporte coletivo de nove empresas, com prejuízos de mais de R$ 215 mil. Isso significa, em média, 131 ocorrências por mês.

Tema recorrente em todo o Brasil, adotar o uso de armas de fogo para fortalecer o poder de atuação das guardas municipais, foi impulsionado a partir de 2014 com a Lei 13.022, sancionada por Dilma Rousseff, que previa poder de polícia para os agentes ampliando sua missão para a proteção da vida, com direito a porte de arma.

Reestruturação

Entre as ações de reestruturação da Guarda Municipal, estão os testes de aptidão física e psicológica com os profissionais da ativa para a formação de Batalhão de Excelência na estrutura da Guarda Municipal; renovação completa de uniformes e equipamentos; planejamento de cursos e treinamentos para capacitação continuada de agentes com ênfase para temas como mediação de conflitos, gênero, Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), cultura da paz, Medicina Legal, Direito Penal e Direitos Humanos, uso progressivo da força, primeiros socorros, manuseio de armas e técnicas de tiro, conforme recomenda a Secretaria Nacional de Segurança Pública; apoio à formação superior com graduação e pós-graduação para agentes da Nova Guarda Municipal, a partir de convênio com a Escola do Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi) e investimento na qualificação de agentes com cursos de idiomas, a partir de convênio com a Espi.