Manaus – A necessidade de um planejamento econômico voltado às prefeituras do interior do Amazonas para o ano de 2021 foi sugerido hoje (22) pelo deputado estadual Fausto Jr.

O parlamentar prevê que as prefeituras tenham dificuldades financeiras no próximo ano, quando os repasses do governo Federal devem diminuir em comparação ao ano de 2020.

Fausto Jr usou a tribuna da Assembleia Legislativa para explicar que o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deve ser menor em 2021, o que impactará na folha de pagamento das prefeituras e na execução de obras e serviços.

“Neste ano, os governos estaduais e municipais tiveram ajuda extra do Executivo Federal por causa da pandemia do coronavírus. Ano que vem, essa conta será paga”, afirmou Fausto. “Os recursos que vieram a mais neste ano, serão descontados em 2021. É assim que funciona a administração pública”, acrescentou.

O deputado sugeriu que o governo do Estado e a Assembleia Legislativa auxiliem as prefeituras do interior no planejamento econômico de 2021. “Temos que planejar com antecedência para evitar que os municípios sofram com a escassez de recursos”, sugeriu Fausto.

O parlamentar ressalta que a vários municípios do interior do Amazonas sobrevivem graças aos repasses dos governos Federal e Estadual. Segundo Fausto, são localidades com baixa geração de renda própria, por isso os recursos do FPM são tão importantes.

“Com a redução do FPM, as prefeituras correm o risco de entrar em crise, com atraso nos salários e a paralisação de serviços”, prevê o deputado. “Temos que organizar a economia dos municípios para evitar uma nova crise econômica no Estado”, propôs Fausto Jr.