Manaus – Nesta quarta-feira (15), a deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) apresentou um Projeto de Lei (PL) que prevê atendimento educacional voluntário nos estabelecimentos públicos estaduais de ensino básico, destinado aos alunos com baixo rendimento escolar, alinhado ao projeto pedagógico desenvolvido pelas escolas.

A proposta sugere que o atendimento seja feito, de preferência, em paralelo ao ano letivo regular. Professores, especialistas da educação e pessoas que comprovem à direção escolar que tem capacitação para o desempenho da atividade podem se voluntariar para a realização do reforço escolar nas escolas públicas do Estado.

A parlamentar explicou que o ensino básico no Amazonas sofre turbulências devido à desistência dos alunos, que muitas vezes não concluem os estudos por motivos como, por exemplo, gravidez, desinteresse e até mesmo falta de apoio da própria família. O PL, acrescenta a deputada, visa combater essa realidade, além de estimular a solidariedade e a cidadania por meio do voluntariado.

“A ideia do projeto é como um complemento à escola convencional; levar quem gosta de ensinar até quem precisa aprender, permitindo o acesso a melhores oportunidades por meio da democratização do conhecimento. Dessa forma reduziremos os índices de repetência e evasão escolar”, disse.

Assessoria da deputada Alessandra Campelo
Jornalista Ana Luiza Santos