Pessoas com sequelas do coronavírus precisam de ajuda no pós-doença, defende deputado Fausto Jr.

Por Alexandre em 10 de março de 2021 às 18:47 | Atualizado 10 de março de 2021 às 18:47

Manaus precisa ampliar o número de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que atendem pessoas que tiveram coronavírus e agora necessitam de acompanhamento médico por causa das sequelas causadas pela doença.

A proposta para aumentar o número de UBSs foi apresentada hoje (10-mar) pelo deputado estadual Fausto Jr (MDB), durante reunião na Assembleia Legislativa do Amazonas.

O parlamentar disse que a maioria das pessoas contaminadas pelo coronavírus apresenta algum tipo de sequela, daí a importância do acompanhamento pós-doença. “São dificuldades para andar, falar, respirar e até problemas cardíacos, renais e neurológicos”, explicou Fausto.

Segundo o deputado, em clínicas particulares, uma seção de fisioterapia custa até R$ 250. “A maioria dos trabalhadores não tem dinheiro para pagar sua recuperação. Por isso as UBSs devem ampliar o atendimento aos pacientes pós-covid”, propôs o deputado.

De acordo com o site da prefeitura de Manaus (https://covid19.manaus.am.gov.br), a capital possui 19 UBSs voltadas ao atendimento de pacientes com coronavírus.

Fausto Jr. sugeriu também que a prefeitura melhore a divulgação à população sobre os locais, dias e horários de atendimento aos pacientes com Covid-19. O objetivo é facilitar o acesso aos serviços oferecidos pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Deixe seu comentário