São Paulo – O juiz Sérgio Moro, responsável pelo julgamento das ações da Lava Jato, disse nesta segunda-feira, 23, que optou não retardar o andamento do processo das investigações durante o período eleitoral do ano passado, embora tenha sido criticado por isso.