Alexandre Frota, ex-apoiador de Bolsonaro, retorna do seu semi-anonimato, para nos brindar com mais uma de suas peripécias ridículas.

Desta vez, o deputado eleito, única e exclusivamente por ter se aliado a Jair Messias Bolsonaro, resolveu fazer apologia ao crime, e insinuar que Bolsonaro não ter morrido em decorrência da facada, foi em razão do agressor ser distraído ou incompetente.