Ministro da Saúde deve estar em Manaus dia 22 de janeiro, anuncia David Almeida

Por Henrique em 14 de janeiro de 2022 às 13:08 | Atualizado 14 de janeiro de 2022 às 13:10 Ministro da Saúde deve estar em Manaus dia 22 de janeiro, diz David Almeida

Manaus – O prefeito David Almeida anunciou que o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, estará na capital amazonense no dia 22 de Janeiro. Segundo Almeida, a comitiva do Ministério da Saúde deve trazer nova remessa de testes de Covid-19 e também novas remessas pediátricas da Pfizer, além de acompanhar a campanha de vacinação.

O prefeito de Manaus lembrou também que a vacinação das crianças em Manaus deve começar nesta próxima segunda-feira (17/1) e terá cinco pontos estratégicos na cidade. 

Antecipação de doses pediátricas

O Ministério da Saúde conseguiu antecipar junto à farmacêutica Pfizer um novo lote com 1,2 milhão de doses de vacinas pediátricas contra a Covid-19. A previsão é que a nova remessa chegue ao Brasil no domingo (16/1), para dar continuidade à imunização de crianças entre 5 e 11 anos. A informação foi divulgada pelo secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, em publicação nas redes sociais.

“E a nossa sexta-feira começa com uma ótima notícia. A segunda remessa de doses da vacina pediátrica da Pfizer foi antecipada para o dia 16/01, serão mais 1,2 milhão de doses. E fechando o mês de janeiro, no dia 27/01 serão mais 1,8 milhão de doses. Vamos em frente”, contou Cruz no Twitter.

Primeira remessa

A primeira remessa, composta por 1,2 milhão de doses, pousou no Brasil na última quinta-feira (13/1) e já começou a ser distribuída aos estados e ao DF em tempo recorde. O processo deve ser finalizado em até 48 horas. A distribuição começou na madrugada desta sexta-feira (14/1) e as vacinas já estão a caminho das unidades federativas. Mudanças pontuais na logística dos voos não afetarão o início da vacinação pediátrica.

A inclusão de crianças no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) foi anunciada na última semana. Para a imunização desse público será necessária a autorização dos pais. No caso da presença dos responsáveis no ato da vacinação, haverá dispensa do termo por escrito. A orientação da Pasta é que os pais ou responsáveis por suas crianças procurem a recomendação prévia de um médico antes da imunização.

Para 2022, o Governo Federal assinou um contrato para aquisição de mais de 100 milhões de doses da Pfizer, com possibilidade de aquisição de mais 50 milhões de doses, caso seja necessário.

 

 

Com auxílio de informações via Ministério da Saúde

Deixe seu comentário