Segundo o jornalista Oswaldo Eustáquio do “Agora Paraná”, o contrato de 1 bi que alimenta a mídia contra Bolsonaro foi fechado na surdina, sem o aval do palácio e só foi descoberto a poucos meses. Umas das empresas beneficiadas é a chinesa “China Média Group, estatal de comunicação do gigante asiático – braço midiatico do Partido Comunista da China, isso explica o amor da extrema imprensa pelo ministro.

Diretor de comunicação (Ugo Braga) de Mandetta comandou a ASCOM do governo PT

A casa caiu, veja;