O processo de impeachment do governador Wilson Lima e do Vice, Carlos Almeida, foi arquivado na Assembleia Legislativa do estado do Amazonas (Aleam), pela maioria dos deputados estaduais. Ao todo foram 12 votos a favor do arquivamento, seis pelo impeachment e cinco abstenções.

A votação do parecer pelo arquivamento ocorreu no final da tarde desta quinta-feita (6).

Votaram com o relator pela rejeição da denúncia os deputados Doutor Gomes (PSC), Berlamino Lins (Progressistas), Abdala Fraxe (Podemos), Adjunto Afonso (PDT), Alessandra Campêlo (MDB), Augusto Ferraz (DEM), Cabo Maciel (PL), Carlinhos Bessa (PV), Joana Darc (PL), Roberto Cidade (PV), Saullo Vianna (PTB) e Therezinha Ruiz (PSDB).

Foram a favor do impedimento os parlamentares: Delegado Péricles (PSL), Dermilson Chagas (PODEMOS), Wilker Barreto (PODEMOS), Álvaro Campêlo (Progressista), Josué Neto (PRTB) e Serafim Corrêa (PSB).

Na sessão se abstiveram de votar os deputados Fausto Júnior (PRTB), Felipe Souza (Patriotas), João Luiz (Republicanos), Sinésio Campos (PT) e Ricardo Nicolau (PSD).

A deputada Mayara Pinheiro (Progressista) estava ausente.