Rio de Janeiro – Anthony Garotinho está em greve de fome, de acordo com à carta que escreveu à direção do presídio Bangu 8. Ele está detido desde o fim de novembro.

Garotinho afirma que é vítima de injustiça e por isso está comento tal ato, considerado extremo. Ele não quer mais o direito ao banho de sol e nem recebr visitas de familiares e amigos.

O ex-governador do Rio de Janeiro foi preso sob a acusação de comandar uma organização criminosa que arrecadava recursos ilícitos para campanhas eleitorais dele e de aliados. Um delator revelou ter sido orientado a fechar um contrato de fachada com a JBS para repassar dinheiro ao caixa dois da campanha de Garotinho ao governo do Rio em 2014. O grupo é acusado pelo Ministério Público de ter um “braço armado”, um policial civil aposentado, que também foi preso, ele era responsável por intimidar os doadores e recolher o dinheiro.

Com informações O Globo