Ex-governador José Melo irá ao STF para garantir candidatura em 2022

Por Bruno Almeida em 8 de outubro de 2021 às 11:33 | Atualizado 8 de outubro de 2021 às 11:33

Amazonas – Para garantir a candidatura nas eleições de 2022, o ex-governador do Amazonas, José Melo (Pros), vai apelar ao Supremo Tribunal Federal (STF), para disputar o cargo de deputado estadual.

A informação foi confirmada pela assessoria de Melo. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, negou o recurso de defesa de Melo contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), no último dia 28 de setembro. Decisão essa que condenou o ex-governador a oito anos de inelegibilidade por abuso de poder político e econômico na campanha do ano de 2014.

José Melo e Henrique Oliveira, foram cassados em 2017, acusados de participar de um esquema de compra de votos. Com isso, mais uma vez o ex-governador se prepara para enfrentar mais uma batalha jurídica na última instância da justiça brasileira.

Ele não tem boas recordações do Supremo, visto que lá ele perdeu todas as ações que disputou, além de ter sido a casa que confirmou a cassação de seu mandato. Desta vez, a disputa pode ser mais fácil, já que ele não terá que disputar contra o senador Eduardo Braga.

Para a próxima eleição, José Melo está em campanha para assumir uma das 24 cadeiras da Assembléia Legislativa do Amazonas (Aleam), com a equipe de comunicação bem alinhada para promover seu nome.

Nos bastidores, o comentário é de que o ex-governador quer ser um dos mais votados e tem o desejo de assumir a presidência do Parlamento Estadual em 2023.

Deixe seu comentário