Manaus – Na última quinta-feira (10), de acordo com o Diário Oficial dos Municípios do Amazonas, o extrato do 10º Termo Aditivo do Contrato Nº 177/2017, no valor de R$ 3.040.637,46 (Três Milhões e Quarenta Mil, Seiscentos e Trinta e Sete Reais e Quarenta e Seis Centavos), foi autorizado a parceria pelo Prefeito de Itacoatiara Antônio Peixoto de Oliveira, com a empresa Guild Construções LTDA/EPP, representada pelo Sr. Josué Alves Batista, inscrita no CNPJ/MF de nº 21.308.816/0001-57, com sede localizada na rua Dalcídio Jurandir, nº 235, bairro Novo Aleixo, zona norte da cidade.

A Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento (SEMFIP), vigorou o extrato pelo nº 177/2017 que foi assinada no dia 09 de março deste ano, mas só foi publicada no Diário Oficial no dia 10/06/2020, dando vigência ao contrato de 90 dias, pela Prefeitura de Itacoatiara por intermédio da SEMFIP.

O objetivo do extrato publicado é prorrogar o prazo do contrato, para que a empresa citada continue com a prestação de serviços contínuos de limpeza pública na Zona Urbana e nas Vilas de Lindoia, Engenho e Novo Remanso, incluindo a coleta de resíduos sólidos de saúde na sede do Município de Itacoatiara, visando atender as necessidades do Plano de Trabalho da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Limpeza Pública.

No entanto, estamos vivendo em momento de pandemia e devido a instabilidade financeira e as irregularidades da administração pública do município que influenciam diretamente no funcionamento dos serviços básicos e fundamentais para a população de Itacoatiara, o prefeito autoriza trabalhos que não são executados e por empresas fantasmas?

Afastado do cargo
Na última segunda-feira (8), o Ministério Público do Amazonas (MP-AM), afastou o prefeito de Itacoatiara, Antônio Peixoto de Oliveira, por 180 dias por descumprimento de medidas administrativas e processos licitatórios não autorizados, que totalizou um prejuízo de R$ 14.426.135,41 milhões, em desfavor do município. A decisão determinou a perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos de Antônio Peixoto mas determina que a autoridade não tenha prejuízo da remuneração.

O Portal CM7 entrou em contato com assessoria da Prefeitura do município e com o prefeito Antônio Peixoto e não obtivemos respostas até o fechamento desta matéria. Deixamos aqui nossa disponibilidade no canal para qualquer contato e explicação. 

Veja a publicação oficial: