Manaus – O senador Eduardo Braga (MDB/AM) informou, nesta sexta-feira (29/11), que agendou uma reunião de emergência para a próxima terça-feira (03/12) com o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas e os diretores da Agência Nacional de Avião Civil (Anac), José Ricardo Botelho e do Departamento de Política de Serviços Aéreos da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Ricardo de Melo Rocha, para resolve o “apagão aéreo” no Amazonas.

Em vídeo publicado na sua conta no Twitter, o parlamentar disse que fez contato, via aplicativo de mensagem, com o ministro Tarcísio de Freitas, e que o chefe da pasta da Infraestrutura deu garantias que vai enfrentar pessoalmente a crise a crise aérea no Amazonas, além de dar soluções para os casos de interdições em aeroportos em municípios amazonenses, como ocorre em Itacoatiara (distante 265 quilômetros de Manaus).

No dia 20 de outubro, a MAP Linhas Aéreas cancelou as operações comerciais nos aeroportos de Eirunepé, Coari e Tefé. A empresa alegou falta de estrutura para pouso e decolagem nos aeródromos dos três municípios. A medida da companhia também atingiu Carauari, Lábrea, Barcelos, São Gabriel da Cachoeira e Parintins, que passaram a ficar sem vôos regulares, por terem seus aeroportos interditados ou operando de forma irregular.

“Veja como esse é um tema complicado: Se alguém quer sair, hoje, da região do Juruá com destino à Manaus, tem ir para o Acre utilizando embarcação, pegar um avião em Cruzeiro do Sul, ir para Rio Branco, de Rio Branco até Brasília e de Brasília à Manaus. Isso é um absurdo e tem que ser resolvido urgentemente”, observou o senador Eduardo Braga no vídeo.

O parlamentar disse ter confiança que o ministro Tarcísio vai enfrentar a questão do “apagão aéreo regional” e, na reunião com os representantes da Anac e do SAC, encontrar uma solução emergencial para resolver o problema no Amazonas. “Tenho a confiança que vamos encontrar uma equação para acabar com esse problema que afeta a população no interior do Estado”, finalizou Eduardo Braga.