É preciso lutar todos os dias pela permanência da Democracia”, afirma Josué Neto
Manaus - Amazonas - 11:32
17 de Julho de 2019

Banner +100 milhoes


É preciso lutar todos os dias pela permanência da Democracia”, afirma Josué Neto



O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Josué neto (PSD), declarou na manhã deste sábado (1º), “que é preciso lutar todos os dias para a permanência do regime democrático no Brasil”. “Democracia esta que está há pouco tempo no país e ainda precisa amadurecer muito”.

A declaração ocorreu no 1º WorkShop do partido Cidadania 23, realizado no Auditório Berlamino Lins, que capacitou os filiados sobre as mudanças na legislação eleitoral para as eleições de 2020.

O presidente do Cidadania 23 em Manaus, Jesus Alves, afirmou que é perceptível pela sociedade a maneira democrática com que a Assembleia está mediando os conflitos entre os servidores públicos e o Governo do Amazonas.

Na ocasião, Josué Neto, disse que a presidência da 19ª Legislatura busca, mesmo com os percalços das crises econômicas, morais e políticas enfrentadas pelo país, “fazer chegar para fora da estrutura da Assembleia o espírito da democracia e do diálogo”.

“No início do ano tivemos uma crise muito grande na saúde, não só dos servidores, mas dos fornecedores, e a Assembleia participou junto do Executivo e da categoria para não ter greve naquele momento. Vocês devem lembrar que esta Casa buscou uma parte do FTI para garantir recursos para essa crise. Atuamos, e quando falo isso, é a Assembleia e não o Josué. Quando chegou a greve da Educação, nossa Comissão de Educação, a nossa Casa como um todo, nós abrimos as portas à categoria da Educação. E daqui saiu uma solução no momento em que o Governo do Estado já tinha quebrado todo o relacionamento com os professores. E nós fizemos nova mesa de negociação para chegar ao fim da greve”, declarou Josué Neto.

O presidente citou a mudança do antigo PPS para o atual Cidadania 23 como um redirecionamento de sua linha de atuação.

“Mudou de nome. É algo mais moderno. O antigo PPS tinha uma linha muito mais voltada pra esquerda e hoje está vindo para o centro. O partido precisa encontrar esse equilíbrio do respeito e compreensão. Falo do Cidadania em ceder e participar desse momento que Brasil tanto precisa. Cada um de nós temos necessidade e fica difícil ver o Brasil ser tratado dessa forma. O que mais vemos nas redes sociais é uma discussão entre esquerda e direita. E eu pergunto o que isso melhora para o Brasil? É uma discussão que não chega a lugar nenhum. E assim ninguém não faz nada. O Cidadania está de parabéns por trazer um companheiro da Executiva Nacional para falar aqui dos problemas do Brasil, porque Manaus não é diferente das demais capitais”, disse.

Foto: Carlos Batista

Deixe seu like:

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA