Deputado Josué Neto encaminha R$ 350 mil para a área da educação de Alvarães
Manaus - Amazonas - 09:36
21 de Julho de 2019

C/S PI 5577 - EFTIVAÇÃO DE MIDIA/BANNER / CAMPANHA NOVAS MEDIDAS - FASE I / SECOM / PORTAL CM7


Deputado Josué Neto encaminha R$ 350 mil para a área da educação de Alvarães


Manaus- O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Josué Neto (PSD), encaminhou R$ 350 mil, através de uma emenda parlamentar, para melhorias na área da educação do município de Alvarães (a 531 KM de Manaus). A proposta foi incluída no Orçamento de 2019, aprovado no Parlamento no último mês de dezembro, e dever ser executada ainda este ano.

A emenda prevê a reforma e ampliação das escolas estaduais no município. Segundo os moradores, crianças e adolescentes enfrentam desafios para assistir as aulas devido à situação precária do espaço físico que as escolas possuem.

De acordo com Josué, investir na educação é contribuir com o futuro das crianças e jovens.

“Nossas emendas têm a finalidade de atender necessidades pontuais de nossos irmãos do interior e sabemos que a área da educação nos municípios precisa de muito investimento. Destinar emendas para melhoria da infraestrutura de prédios é proporcionar um ambiente capaz de auxiliar no aprendizado dos estudantes”, disse.

Desde o ano passado, a Assembleia vem viabilizando diálogos para que as emendas impositivas, indicadas pelos deputados estaduais, sejam executadas pelo Governo do Estado. Na manhã da última terça-feira (12), o presidente Josué Neto e mais seis deputados se reuniram com o Secretário da Fazenda, Alex Del Giglio, para tratar sobre prazos e formas de acelerar a execução das emendas parlamentares.

Essas emendas estão previstas na Constituição do Estado do Amazonas e autorizam os 24 deputados a indicar juntos o equivalente a 1,2% da receita líquida do Estado. O objetivo é garantir recursos para problemas pontuais que não estiverem contemplados no plano de investimentos do Governo.

Foto: Filipe Augusto

Deixe seu like:

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA