Manaus – Mostrando proximidade e empatia ao prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), nos primeiros dois meses deste ano, o ex-deputado David Almeida, pretenso candidato a sucessor do “tucano”, em 2020, afastou-se de Arthur, após pesquisas encomendadas por ele apontarem uma aprovação de menos de 60% para a gestão da capital.

A informação foi revelada por parlamentares da Câmara Municipal de Manaus (CMM). Apesar da decisão pelo distanciamento de Arthur, David Almeida busca alicerce para sua futura campanha eleitoral no grupo do tucano, formado por 34 vereadores da base, além de servidores do município, com cargos de confiança.

O comportamento do ex-deputado – que aparece em primeiro nas pesquisas de intenção de votos para prefeito de Manaus – irritou aliados de Arthur Neto. Eles observaram em David uma postura arrogante e precipitada, diante do período até a realização do próximo pleito eleitoral, mais de um ano.

Líder do prefeito na CMM, o vereador Marcel Alexandre (PSDB) questionou o resultado de pesquisas que apresentem baixa aprovação da administração de Arthur Neto.

“Como pode um gestor ser tão celebrado no meio de uma crise econômica mundial e não ter um alto nível de aprovação. É estranho que exista uma pesquisa de reprovação ao prefeito, já que ele é um modelo no país. Inclusive, foi honrado internacionalmente por sua boa gestão e responsabilidade com o erário”, argumentou Marcel.

Elogio público

Em janeiro deste ano, antes de deixar a presidência da Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM), David Almeida chegou a receber elogio público de Arthur Neto. Na ocasião, a ALE/AM realizou a doação de geladeiras, por meio da prefeitura, às famílias atingidas por um incêndio no bairro Educandos, zona Sul da cidade.

“Quero ressaltar uma qualidade sua aqui na frente de todos: você cumpre o seu mandato, que é uma coisa muito rara, do primeiro momento até o último momento. Foi um presidente da Assembleia muito ativo, muito independente e com sua independência prestou serviços inestimáveis à população”, disse o prefeito. Em seguida, ele destacou que por essas qualidades via em David “um grande futuro político”.

Estratégia partidária

Para obter mais autonomia nas futuras negociações de alianças para a eleição a prefeito de Manaus, David Almeida deixou o PSB do deputado Serafim Corrêa e do vereador Marcelo Serafim, atualmente, aliados de Arthur Neto.

Depois de quase três meses de articulação, o ex-deputado conseguiu assumir a presidência do Avante. Ele deverá anunciar a filiação ao novo partido na tarde desta terça-feira, 21, por meio de suas redes sociais.

No ano passado, David Almeida usou da mesma estratégia para conseguir viabilizar sua candidatura ao governo do Amazonas, quando ficou em terceiro lugar. Há mais de dez anos no PSD, ele deixou a legenda, que tinha como candidato majoritário Omar Aziz, para entrar no Partido Socialista, onde ficou por, aproximadamente, um ano.

Fonte: Amazonas1