David Almeida responde a questionamentos feito nas contas do governo interino - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas
Manaus - Amazonas - 19:36
17 de Junho de 2019



David Almeida responde a questionamentos feito nas contas do governo interino


Manaus- Acompanhado de um grupo de deputados da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o presidente da Aleam, deputado David Almeida, visitou na manhã desta quarta-feira (2) a presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), Yara Lins dos Santos. Ele esteve no TCE para entregar, pessoalmente, suas justificativas aos questionamentos feitos pela Comissão das Contas do Governador do TCE, que analisam o processo n11.522/2018, referente às contas anuais do governo do ano de 2017.

Segundo David Almeida, ele decidiu entregar pessoalmente à presidência as justificativas aos cinco questionamentos feitos pelo TCE, com mais de 300 páginas de defesa, para agilizar a apreciação das contas dos seus 144 dias de mandato à frente do Executivo estadual. A relatoria das contas gerais de 2017 do governo – que engloba também as administrações do ex-governador José Melo e do governador Amazonino Mendes – é do conselheiro Júlio Pinheiro. Por questões regimentais, a tramitação corre em sigilo.

Ao receber os documentos do presidente da Aleam e determinar a autuação, a conselheira Yara Lins dos Santos parabenizou o deputado pela iniciativa e enviou a documentação para o relator, para providências cabíveis. A apreciação das contas deve acontecer em até 90 dias, conforme enfatizou a presidente.

Acompanharam a visita oficial os deputados Abdala Fraxe, Sabá Reis, Platiny Soares e Serafim Corrêa, além de técnicos da Aleam. Os conselheiros Mario de Mello e Josué Filho também participaram da reunião para a entrega da documentação de defesa de David Almeida. Funcionários da Aleam também acompanharam o encontro, realizado na presidência do TCE.

Além da entrega da defesa do ex-governador, os deputados conversaram com os conselheiros assuntos de interesse do Poder Legislativo.

Deixe seu like:

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA