Manaus – Após decisão tomada em comum acordo com o colegiado de líderes, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) decidiu convidar a Prefeitura de Manaus para prestar esclarecimentos sobre como tem conduzido as acusações de uso indevido da máquina pública, feitas por meio de notícias veiculadas na mídia local, no caso que gerou o homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues. O convite foi oficializado nesta terça-feira (8), por meio de ofício assinado pelo próprio presidente da Casa Legislativa, vereador Joelson Silva (PSDB), em consonância com todos os vereadores presentes na sessão plenária.

A reunião com representantes da prefeitura está programada para as 10h desta quarta-feira (9), no plenário Adriano Jorge, da CMM.

De acordo com o presidente Joelson Silva, a vinda dos representantes do Executivo à Câmara, foi tomada em momento oportuno e, com intuito de informar à população sobre as providencias tomadas diante das denuncias que apontam suposto uso indevido da estrutura pública do município no caso. É preciso, no entendimento do parlamentar, por um basta na guerra de contra informação promovida com intuito meramente eleitoreiro.

“Eu não procuro ficar na mira dos holofotes, isso não me interessa. Tenho compromisso e comprometimento com esta Casa e com a sociedade, assim como cada um dos vereadores que hoje se indignam com acusações levianas, que tentam denegrir a imagem deste Poder”, afirmou Joelson Silva lembrando que se trata de homicídio e, existem etapas que precisam ser cumpridas, na investigação policial e no processo judicial.