BOMBA! Pesquisa 365 de Durango Duarte diz que Wilson Lima seria o novo governador e Eduardo Braga seria reeleito - Portal CM7
 
Adsense Responsivo
Manaus, 24 de May 26 ºC Tempo limpo
Mercado financeiro
Dólar R$ 3.6483 0.64%
Euro R$ 4.2742 0.61%
 
 
Home / Últimas Notícias / Política / BOMBA! Pesquisa 365 de Durango Duarte diz que Wilson Lima seria o novo governador e Eduardo Braga seria reeleito

BOMBA! Pesquisa 365 de Durango Duarte diz que Wilson Lima seria o novo governador e Eduardo Braga seria reeleito

Postado por Redação | 16/04/2018 12:27

Foto Divulgação

Manaus – Incrivelmente o apresentador da Tv ACritica parece eleito na pesquisa #PESQUISA365 que entrevistou 1.800 eleitores dos 08 maiores colégios eleitorais do Amazonas (Manaus, Parintins, Itacoatiara, Manacapuru, Coari, Tefé, Tabatinga e Maués), entre os dias 9 e 15 de abril, a fim de saber em quem o eleitor amazonense pretende votar para governador e para as duas vagas de senador.

Este é o primeiro estudo a ser registrado no Amazonas em 2018 para as eleições de governador e senador, recebendo o nº de identificação AM-00933/2018 (TSE). A margem de erro é de 2,3%, para mais ou para menos, com grau de confiabilidade de 95%.

Dos 06 (seis) nomes apresentados neste cenário único, o jornalista e apresentador da TV A Crítica, Wilson Lima, surpreende na liderança, com 19,4%. Em segundo lugar ficou o governador Amazonino Mendes, com 17,8%. Na terceira colocação veio o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), David Almeida, com 14,6%.

Com 14,3das intenções de voto, a ex-superintendente da Suframa, Rebecca Garcia, está empatada tecnicamente com David Almeida. O senador Omar Aziz ficou na quinta posição, com 9,7%. E em último lugar aparece o ex-deputado federal petista Francisco Praciano, com 4,3%.

Os entrevistados que optaram por rejeitar todos os nomes apresentados (Nulos e Brancos) somaram 14,4%, enquanto que os Indecisos foram 5,4%, ou seja, 1/5 do eleitorado não se sente representado pelas opções sugeridas.

A liderança de Wilson Lima, candidato pelo PSC, foi conquistada pelo seu excelente desempenho em Manaus, onde foi escolhido por 27% dos 1.080 entrevistados na capital. O seu nome pode causar mudanças na configuração atualmente desenhada por todos os grupos políticos. É a primeira vez na história das eleições para governador do Amazonas que um nome outsider lidera uma pesquisa.

O resultado deste estudo indica uma total indefinição sobre quem serão os dois candidatos que irão para o 2º turno. É também uma clara sinalização do desejo de mudança. Amazonino Mendes ficou muito fragilizado com os múltiplos movimentos da sociedade, em especial, dos servidores públicos. Perdeu todo o favoritismo que possuía no início do ano.

Uma das maneiras de se compreender a verdadeira dimensão de cada candidato é multiplicando a porcentagem obtida pelo número estimado de eleitores, como abordamos tecnicamente na página 04 deste relatório. Os 19,4% de Wilson Lima equivalem, se a eleição fosse hoje, a, aproximadamente, 375 mil votos. Os 17,8% de Amazonino, a 344 mil votos. Os 14,6% de David Almeida representariam 282 mil votos.

Para identificar o potencial de votos dos nomes apresentados, perguntamos não somente a 1ª opção de voto (como é feito tradicionalmente), mas também uma 2ª opção, baseada no questionamento aos entrevistados sobre qual outro nome eles escolheriam caso a sua primeira indicação deixasse de concorrer. Somados os dois números, temos, então, o teto máximo que cada nome poderia alcançar neste momento.

Na soma das duas intenções, Wilson Lima atinge 33,9%; Rebecca Garcia, 33,2%; Amazonino, 26,9%, e David Almeida, 22,8%. O potencial de votos abaixo dos 40% é um sinal da fragilidade de todos os nomes. Provavelmente, qualquer novo nome testado futuramente também encontrará as mesmas dificuldades.

AMAZONINO LIDERA REJEIÇÃO

Amazonino Mendes atingiu 37,5de rejeição, o senador Omar Aziz ficou com 25,6e os demais nomes obtiveram menos de 10%. Dos 1.800 participantes da pesquisa, 7,8disseram que não rejeitariam nenhum dos nomes e 5,1não quiseram opinar. A rejeição do governador pode ser o melhor indicador de seu futuro. Caso ultrapasse os 42%, ficará 100% inviável eleitoralmente.

Clique aqui e veja o relatório completo.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie nas Últimas Notícias

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA

Samel

Passando a Limpo


Aplicativo Portal CM7
Yet Go

  Colunistas

 

  Últimas Notícias


Banner SuperViva
4PoderAM

 
 
Aplicativo da Rádio CM7