O presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) usou as redes sociais, na tarde desta segunda-feira (24), para comunicar que assinou o decreto que prorroga em mais dois meses o auxílio emergencial, aprovado durante o período da pandemia provocada pelo coronavírus.

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda. O programa foi criado durante a pandemia de coronavírus e permite a suspensão de contratos de trabalho ou redução proporcional de jornada e salário.

“Por isso assinei o Decreto 10.470/2020 prorrogando o Benefício Emergencial por mais 2 meses. Serão cerca de 10 milhões de empregos preservados”, escreveu Bolsonaro Twitter.

Ainda no vídeo, o presidente destaca o crescimento nos postos de empregos no Brasil, mesmo que em alguns setores ainda não tenha sido percebido esse crescimento. “O Brasil voltou a gerar empregos, mas alguns setores ainda estão com dificuldades em retomar 100% de suas atividades”, disse.

Embora o presidente tenha confirmado a prorrogação do benefício o valor das duas parcelas ainda não foi anunciado.